top of page
  • Foto do escritorKETRIN BALDO BASSANI

ENTREVISTA “Faço parte da Rede Municipal de Ensino"

“De uns anos pra cá eu me senti mais motivada e mais feliz dentro da escola, dentro da rede, porque a gente teve várias oportunidades de crescer como profissional e como pessoa.”


Nome: Andrezza Marquioretto

Cargo: Professora de Ciências da Rede Municipal



1- Onde você trabalha e quanto tempo atua nessa área?


“Trabalho atualmente na Escola Érico Veríssimo, desde 2020. Atuo como professora há 22 anos e na rede há 16 anos. Sou professora de Ciências do 6° ao 9° ano e trabalho com projetos de Ciências com a turma de 4° ano. “


2-Por que você gosta de ensinar?


“Eu gosto da disciplina de Ciências, porque quando eu ia pra escola era a disciplina que eu mais gostava e mais me identificava, então por isso eu gosto de ensinar, pois gosto do assunto.”


3-O que te motiva a fazer parte da nossa rede do município de Encantado?


“Eu fiz o concurso em 2002 e fui nomeada em 2006. Eu escolhi a rede porque primeiramente eu sou daqui eu gosto de morar aqui e adoro. E eu acho que de uns anos pra cá, a gente tá sendo bem mais valorizado como professor, a gente tá tendo mais oportunidades de mostrar o nosso trabalho, coisa que a gente não tinha há muitos anos atrás. Do início quando eu entrei no município e de poucos anos pra cá eu percebi uma mudança mais considerável, até com o tratamento que a gente tá tendo por parte da Administração, da Secretária, da equipe diretiva, da coordenação. Eu me senti bem valorizada e dessa forma a gente se sente mais motivado, mesmo com as dificuldades que existem em todas as escolas, como a questão da indisciplina e de problemas sociais. Mas de uns anos pra cá eu me senti mais motivada e mais feliz dentro da escola, dentro da rede, porque a gente teve várias oportunidades de crescer como profissional e como pessoa. E principalmente, dentro da escola a Equipe diretiva é muito flexível com a gente e a dire entende o que a gente precisa fazer e colocar pros alunos, estão sempre a nossa disposição. Eu não tenho nenhuma queixa ou reclamação, é bem tranquilo. A convivência é 100% aqui na escola. “


4-Você acredita que atualmente a escola e a educação estão mudando? Por quê?


“Pelo pouco que eu estou aqui, acho que sim. Os alunos melhoraram um pouco, cada um com suas limitações e seus problemas, mas eles estão melhorando. Com a ajuda de todos os profissionais, eles estão se situando mais. Falta muito ainda, mas estão no caminho certo. E sobre a questão tecnológica, as telas interativas ajudam a chamar bastante atenção e fazer aulas diferentes pra eles terem interesse procurando outras alternativas. Mas ainda acho que falta eles se inteirarem, aprenderem a usar, pois muitos não sabem ainda mexer num computador. Essa questão que esse ano a gente vai usar a pesquisa científica...eu acho que eles têm bastante dificuldade ainda nisso, de escrever um trabalho, de ter um pouco mais de capricho, de enxergar essa questão da estética que também faz parte. “


5-Fale sobre algum projeto escolar que você esteja fazendo ou que vai realizar neste ano...


“Como parte do projeto que foi lançado para os professores ali do Data Wise, a Iniciação Científica, nós aqui da escola pretendemos fazer o trabalho com duas turmas. A gente ainda não escolheu as turmas, mas provavelmente o 9º ano vai entrar nessa Amostra de Iniciação Científica e a gente vai lançar pra eles a pergunta. Não pensamos ainda num assunto, nós vamos deixar pra eles escolherem um assunto e escreverem o trabalho com orientação das professoras. Eu pretendo fazer experiências com o 4º ano, que eles começaram a ter ciências esse ano. Conforme vão andando os conteúdos eu vou tentar adaptar alguma experiência ou trabalhinho prático que a gente sabe que eles gostam. “


4 visualizações0 comentário
bottom of page